Sensorial – Centro Cultural Banco do Nordeste

SENSORIAL espetáculo do Grupo Uirapuru – Orquestra de Barro cuja proposta vai além do visual e do som da orquestra levando o público a ter contato com sensações e percepções de um universo ancestral.
O grupo foi criado em 2009 no povoado de Moita Redonda,um dos principais polos de produção de cerâmica do Ceará, pelo artista plástico e luthier Tércio Araripe. A ideia foi resgatar a memória de uma tradição que vinha sendo abandonada pela nova geração da região com a realização de oficinas para a produção de instrumentos musicais feitos de barro.
Se não houver um interesse das novas gerações em dar continuidade à tradição, daqui uns 20 ou 30 anos não haverá mais nada de barro na comunidade, pois a tradição vem se perdendo, mas é possível acompanhar a modernidade sem esquecer nossas raízes, acredito que é possível abrir um novo leque de possibilidades de formação para os jovens com o barro.” comenta o luthier.
A orquestra é formada por jovens do povoado, filhos e netos das “senhoras do barro, que juntas com Tércio Araripe criaram diversos instrumentos de corda, sopro e percussão, como marimbas, tambores curvos, tímpanos violinos, violas, harpas, guitarras e flautas.

Ficha técnica:
CONCEPÇÃO, CENÁRIO E DIREÇÃO – Tercio Araripe
REGENTE – Marcelo Holanda
MÚSICAS – Jorge Santa Rosa
DIREÇÃO DE CENA e LUZ – Caroline Holanda
FIGURINISTA – Sabyne Cavalcanti
PRODUTOR – Lindemberg de Freitas (Flexos Arte)
MÚSICOS – Jovens da Moita Redonda

Serviço
Dias 03 e 04 de julho de 2015 às 19h
Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza – CE.